Mitos sobre a pele mista

Segundo a blogueira Deise Zuqui, as peles mistas necessitam de ainda mais atenção do que as oleosas e secas, afinal, são duas condições presentes em uma só pele. Por isso, é comum ficar confuso acerca dos produtos uma vez que devem ser aplicados em algumas regiões e evitados em outros, como por exemplo a zona T (testa, queixo e nariz), onde está concentrada a oleosidade e as acnes. 

Pensando nisso, Deise Zuqui reuniu alguns dos mitos mais comuns sobre a pele mista com o intuito de esclarecer algumas das dúvidas mais frequentes, veja: 

  1. A pele mista está mais para a pele oleosa?

De acordo com Deise Zuqui, um erro muito comum é pensar que a pele mista é totalmente oleosa, generalizando a condição. Sendo assim, tentar combater o problema aplicando géis agressivos para a oleosidade, podem piorar ainda mais as regiões mais secas da pele, além de provocar o ‘efeito rebote’ na zona T. 

  1. O gel de limpeza é o suficiente? 

A esfoliação, segundo Deise Zuqui, é essencial para todos os tipos de pele, porém, para peles mistas é ainda mais importante, isso porque ajuda a remover a camada de resíduos acumulados no rosto. 

Deise Zuqui recomenda a esfoliação com produtos suaves, assim como a aplicação do gel de limpeza de duas a três vezes na semana. 

  1. Posso lavar o rosto com água quente? 

Água quente faz mal para todo o corpo e é muito prejudicial para a pele mista, pois estimula a produção de oleosidade e resseca ainda mais as áreas secas. Deise Zuqui explica que a forma correta para evitar piora do problema é utilizar água em temperatura média ou fria, dessa forma você evita que os poros se abram. 

Deise Zuqui ressalta ainda a importância de consultar-se com um dermatologista e esteticista, dessa forma, você poderá com um auxílio profissional para a resolução do seu problema. 

Ultimas Notícias

spot_img

Veja

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here