Gordura vira músculo? Entenda para onde ela vai quando emagrecemos

Weber Micael da Silva comenta que, ao iniciar um processo de emagrecimento, através não só de dietas, mas de treinos, muitas pessoas acabam acreditando que a gordura presente em seus corpos vai se transformar em músculos. No entanto, o empresário acredita que isso é um mito e deve ser desmistificado sempre que novas afirmações nesse sentido aparecerem.

Isso porque, no processo de emagrecimento e ganho de massa muscular, o que acontece é, em primeiro lugar, a perda de gordura para depois o ganho de músculos. Em outras palavras, Weber Micael da Silva explica que primeiro ocorre o emagrecimento, para depois o fortalecimento dos músculos. Sendo assim, se você quer saber um pouco mais sobre como funciona esse processo, não deixe de ler este artigo até o final.

Em primeiro lugar e a grosso modo, Weber Micael da Silva comenta que o que acontece, na prática, é que a gordura se transforma em, nada mais nada menos, que em dióxido de carbono e água. Em outras palavras, grande parte do peso, isto é, de massa gorda, se perde através do suor e da exalação.

No entanto, não se engane! Weber Micael da Silva explica que para perder mais os quilinhos indesejados, não basta respirar mais, para que se tenha mais gordura convertida em carbono. Pelo contrário, a “fórmula mágica” para isso, está centrada no método tradicional, muito popular, mas bastante ignorado: comer menor e se mexer mais! 

Mas, ainda, o empresário ressalta que deve haver um equilíbrio: não pode-se emagrecer tão rapidamente, uma vez que pode levar a problemas como perda excessiva de massa magra, desequilíbrios hormonais e até intoxicação. Desse modo, para Weber Micael da Silva, dietas muito restritivas não são as ideais, principalmente aquelas baseadas em filé de frango frito com água e folhas sem gosto.

Sendo assim, Weber Micael da Silva comenta, por fim, que deve-se conciliar o exercício físico a uma reeducação alimentar, isto é, a uma dieta na qual se come de tudo, mas com moderação, especialmente alimentos mais prejudiciais à saúde. Isto é, na prática, você pode, sim, comer um chocolate, desde que seja em menor quantidade e a opção com menos açúcares da prateleira. Viu como é fácil os passos para emagrecer?

Ultimas Notícias

spot_img

Veja

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here